JOVENS PESQUISADORES | 2015

O PJP busca formar jovens como pesquisadores de suas realidades, com base nos pressupostos do diagnóstico social, bem como sistematizar e disseminar esta metodologia como referência para outros educadores. A edição 2015 pretende formar jovens, de 16 a 20 anos, oriundos de organizações sociais da cidade de São Paulo.

A edição atual é resultado da experiência e dos aprendizados da primeira versão do PJP. A partir da avaliação realizada pelos jovens participantes e da equipe CASA7 algumas etapas foram ampliadas e outras incorporadas para aprimorar o processo formativo.

Atividade - Beco do Batman

Diretamente com os jovens o novo formato o PJP pretende realizar cerca de 72 horas de atividades presenciais e mais 50 horas de atividades de campo com acompanhamento a distância pela CASA7. Também estão previstas 26 horas de atividades presenciais com os educadores. O Programa terá duração de 08 meses e incluirá a realização das seguintes atividades formativas: pesquisa experimental; construção de instrumentos de pesquisa; análise de dados; trabalho de campo; saídas a campo; oficinas de vídeo e Excel; processamento, análise e disseminação dos resultados nas comunidades; produção de vídeos-diagnóstico. A produção de vídeo neste Programa tem o objetivo de desenvolver projetos de pesquisa, por meio das técnicas audiovisuais e contribuir para a disseminação dos resultados nas comunidades estudadas.

Outro aprendizado importante da primeira edição do Programa é que é fundamental aperfeiçoar os canais de comunicação entre a equipe da CASA7 e os jovens. Assim, além de e-mail e Facebook para a segunda edição está prevista a criação de um (site ou blog) para concentrar orientações, materiais, dúvidas e produções.

Aprendizados

O Programa Jovens Pesquisadores, além de formar jovens e contribuir para a formação de educadores também pretende fortalecer o trabalho das organizações, por meio do estímulo a criação de redes de colaboração entre ONGs e a comunidade do entorno. Para tanto, ao longo do Programa os jovens entram em contato com lideranças e organizações sociais locais para coletar informações e em um segundo momento apresentam para a comunidade os resultados do diagnóstico social realizado, o que pode contribuir para a organização e planejamento sustentável das ações sociais demandadas pelo bairro ou região.

  • Para conhecer a Edição 2013, clique aqui.
  • Interessados em obter informações sobre como apoiar o Programa Jovens Pesquisadores, clique aqui.

Para saber mais sobre a proposta da edição 2015 do Programa:


Imagens: acervo CASA7